segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Indepêndencia ou risoles?

Risoles? Pelo menos foi isso que eu entendi quando o professor de história tocou no assunto. Não se espera muito de garotos de dez anos. E eu tinha vinte... Já tive uma certa dificuldade com interpretações: Às margens do rio Ipiranga? Pra mim, Ipiranga era nome de posto, e margem não era aquele espaço que fica na folha do caderno? Confusões! Ninguém está livre delas. Talvez você tenha ouvido tanto sobre Jesus, que não entenda mais nada. Surgem as dúvidas. Se para encontrar Deus é preciso andar de saia e cabelo cumprido, como um bom roqueiro escocês? Ou doar todo o seu dinheiro - acrescentando as moedinhas das crianças - para a igreja? Todo mundo aponta um jeito, um método, milhões de entradas para o céu. Por parecer tão simples, receio que você possa não acreditar, mas Jesus é o unico caminho para um lugar seguro depois daqui. Dia oito de setembro? Não; a eternidade. Basta crer que Jesus apagou (dando sua vida) o que nos impedia de estar ao lado de Deus, e... só.(by Bruno Vinicius - http://daumalidaa.blogspot.com)

Um comentário:

Do autor: disse...

Ursinha! êeeeeee!
Esse vídeo é muito bom! Sério!
Olha, fiquei feliz de ver esse texto aqui, e meu, quando quiser usar pode pegar, e não precisa por o meu nome não! Sério, só o fato de posta-lo já me deixa muito feliz!
Vou passar direto aqui, muito bom esse blog!